Taverna Dionysos

Descobri o Dionysos, que está aberto desde 1993, num dos meus muitos passeios por Budapeste e fiquei logo curiosa para experimentar, primeiro porque adoro provar outros tipos de cozinha e absorver as respetivas diferenças culturais e segundo porque o restaurante era, exteriormente, muito apelativo.

Foi quando os meus pais me vieram visitar que finalmente surgiu a oportunidade de ir lá jantar.

Para além da localização espetacular (à beira rio do lado de Peste), toda a decoração do espaço é muito encantadora, a comida é ótima e o atendimento é 5 estrelas!

Começando por falar da decoração, mal se entra no estabelecimento parece que somos transportados diretamente para uma ilha grega.  Os tradicionais tons de azul e branco e as pinturas alusivas à cultura grega saltam à vista, numa receção calorosa.

parede-pintura-golfinhos.png

Quanto ao atendimento, pode-se dizer que foi dos melhor de entre os restaurantes que já experimentei. A comida é boa mas, de facto, o que nos conquista é a estratégia de negócio e o staff escolhido a dedo.

Mal entrámos no Dionysos fomos prontamente atendidos por uma simpática recepcionista que nos encaminhou para a nossa mesa. De seguida, o nosso empregado de mesa surgiu com os menus e, como não conhecíamos bem a cozinha grega, pedimos-lhe algumas sugestões. Pacientemente, o rapaz indicou-nos quais eram os seus pratos favoritos e decidimos seguir os seus conselhos.

Como entrada pedimos o queijo feta com azeitonas kalamata (as minhas preferidas) e como pratos principais: espetada de calamares, camarões e salmão (souvlaki thalassino); costeletas de cordeiro com batatas à murro (paidakia); frango no forno com queijo (kotopoulo saganaki) e perna de cordeiro cozinhada em molho de alface e endro, acompanhado com batatas assadas (frikase arni).

pao-alho-molho_-min.png

Pouco tempo depois, o empregado trouxe-nos uma entrada que foi oferta da casa: fatias de pão com um molho delicioso. Ficámos bastante surpreendidos e satisfeitos com este gesto.

Os pratos principais estavam todos muito bons, com exceção do frikase arni que para mim, tem um sabor demasiado intenso. Eu comi o frango no forno com queijo e estava divinal, aconselho vivamente a pessoas que, como eu, adoram queijo.

prato-de-comida-frango-com-queijo_-min.png

Quando nos estávamos a preparar para pedir a sobremesa, eis então, que o empregado nos traz um prato de morangos com açúcar, outra oferta da casa.

prato-de-morangos-com-açucar_-min.png

No entanto, esta não foi a última surpresa. Visto que, à saída do restaurante todas as meninas e senhoras recebem uma rosa de despedida. Eu diria que esta é uma bela estratégia para conquistar e reter clientes, afinal… Qual a mulher que não gosta de flores?!

rosas_-min.png

Se estão interessados em comer neste recanto adorável, convém fazer reserva. É possível fazê-lo através do website do Dionysos até 24h da refeição, caso contrário tem de se ligar para marcar.

Espero que gostem e bom apetite!

Advertisements

One Reply to “Taverna Dionysos”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s